12 melhores comidas típicas do Norte do Brasil: saiba quais são!

Confira a lista que fizemos especialmente para você com as 12 melhores comidas típicas do Norte do país. Elas são de dar água na boca e seus sabores e aromas surpreendem até mesmo os maiores críticos gastronômicos.

Comida típica do norte

Do tacacá ao açaí, a comida típica do Norte do Brasil contém traços, ingredientes nacionais e temperos que, além de únicos, contam a história de um povo e trazem muito da sua identidade.

Não é novidade que o Brasil é um país enorme e carrega diferentes tradições, costumes, climas e biomas: essa vasta diversidade cultural vai além das fronteiras e se estende até a culinária.

A Região Norte do país conta com a forte influência da cultura indígena em vários aspectos, inclusive na cozinha, onde os pratos são feitos à base de mandioca e com foco nos peixes do Rio Amazonas.

Há quem diga que a melhor maneira de conhecer um país ou estado é através da sua gastronomia. Então, que tal você viajar com a gente e ficar por dentro dos melhores e mais incríveis pratos típicos da Região Norte? Tudo pronto para o embarque!

Comidas típicas da Região Norte do Brasil: quais as mais consumidas?

As comidas típicas do Brasil unem aromas, sabores e uma versatilidade que só o nosso país tem. Na gastronomia nortista, isso não é diferente! A maioria dos alimentos dessa parte do território nacional são compostos por ingredientes naturais e peixes.

Destaque para plantas, ervas e especiarias usadas como temperos e para os peixes de água doce, como pirarucu, tambaqui, gurijuba e pacu.

A mandioca também aparece com bastante frequência em variadas versões e, além dela, existe o consumo diário de diferentes tipos de frutas. Muitas das tradições e dos ingredientes de cada prato remetem às origens indígenas do povo que habita a região.

Quais as origens da gastronomia da Região Norte?

A gastronomia da Região Norte do Brasil tem origem principalmente indígena e de povos nativos, mas sua riqueza de sabores também está ligada à herança africana e aos portugueses, espanhóis e franceses.

A influência desses povos é vista nos costumes e nos ingredientes que são marcas registradas das receitas nortistas, como azeite de dendê, extraído dos frutos fornecidos pelo dendezeiro ou palmeira-de-dendê: uma árvore de origem africana.

A seguir, conheça a mistura dos sabores e aromas das 12 melhores comidas típicas do Norte brasileiro!

Quais são os pratos típicos da Região Norte?

Entre as várias comidas da Região Norte, existem 12 pratos típicos que você precisa conhecer. Fazem parte da lista o tacacá, a caldeirada, o bolo de macaxeira e o açaí – que provavelmente não é igual ao que você já comeu em outros lugares.

Confira todas as opções na deliciosa lista que trouxemos abaixo!

1.  Tacacá

Tacacá

Que tal tomar um tacacá, dançar, curtir e ficar de boa, como sugere a cantora Joelma em sua música "Voando pro Pará"?!

Essa sopa ou caldo tem origem indígena e usa como ingrediente-base o tucupi – caldo amarelado e extraído da mandioca brava durante a fabricação da farinha, que, inclusive, pode ser prejudicial à saúde caso não tenha preparo adequado.

Para fazer o tucupi, a mandioca precisa ser descascada, espremida, ralada, seca e peneirada. O "extrato" obtido durante o processo passa por fermentação natural durante vários dias e só depois é cozido com diferentes temperos. Aí sim, está pronto.

A mistura do tucupi com folhas de jambu – erva conhecida por anestesiar a boca – e com camarões secos, dá um toque especial ao tacacá. Para finalizar, a receita é temperada com bastante pimenta, sal, alho e cheiro-verde.

O resultado final costuma ser servido em cuias nos lugares mais tradicionais e vendido pelas chamadas "tacacazeiras", consideradas Patrimônio Histórico Imaterial de Belém do Pará.

2.  Pato no tucupi

Pato no tucupi

O pato no tucupi é um clássico da Região Norte e um grande símbolo, em especial do Estado do Pará. Assim como o tacacá, ele tem o tucupi – caldo extraído da mandioca brava, cozido e fermentado por cerca de 3 dias – como um dos ingredientes principais.

Para que o prato ganhe ainda mais sabor, são adicionadas, ao próprio caldo, algumas ervas, como o jambu e a chicória. E não podemos esquecer do pato, que é assado, desfiado e fervido junto ao tucupi.

Por usar uma carne exótica e o caldo feito da mandioca, originalmente "venenosa" em sua versão crua, o pato no tucupi requer muito conhecimento para ser preparado, tudo bem? Mas, com certeza, esse é um dos pratos típicos que você não pode deixar de experimentar!

3.  Mujica de peixe

Mujica de peixe

Já que nós estamos falando de sopas e caldos, que tal provar também uma bela mujica de peixe? Essa deliciosa sopa da região amazônica pode ser servida em diversos momentos da refeição, da entrada ao prato principal, e carrega tradição e sabor.

A receita leva, na maioria das vezes, o peixe tambaqui depois de ser desfiado.

Para fazê-la, os nortistas utilizam as sobras do peixe que já foi utilizado em outro prato no dia anterior. Além disso, acrescentam azeite, pimenta, farinha de mandioca e temperos para conseguir a cremosidade que é marca registrada do caldo. Deu água na boca, né?

Lembre-se de consumir o prato em um local confiável ou prepará-lo sempre priorizando o momento de conservar os alimentos, principalmente o peixe que vai ser reutilizado: a conservação adequada evita problemas de saúde e desperdícios também.

4.  Pirarucu de casaca

Pirarucu de casaca

Conhecido pelas famosas lendas amazônicas, o pirarucu é um dos maiores peixes de água doce do Brasil e muito utilizado em diversas receitas por não possuir espinhos e ter uma carne extremamente macia.

O "pirarucu de casaca", especificamente, parece com uma lasanha em sua montagem, mas não nos ingredientes! Ele é um prato montado em camadas de peixe, farofa de mandioca, banana da terra frita e vegetais refogados, exatamente nessa ordem.

Delicioso e super tradicional, esse prato faz sucesso nas festas da Região Norte e pode ser servido de diversas maneiras, até mesmo com leite de coco!

5.  Gurijuba

Gurijuba

Vai mais um peixinho aí? O peixe gurijuba é o mais consumido no Amapá e ganha destaque quando preparado ao molho de tucupi que, aliás, foi eleito o melhor e mais vendido prato do Festival Brasil Sabor, realizado no estado em 2021.

Outras receitas típicas, como a da moqueca, também utilizam o peixe, que é sempre muito bem temperado em todas elas, assim como a maioria dos ingredientes de opções tradicionais da culinária nortista.

6.  Maniçoba

Maniçoba

A maniçoba também faz sucesso entre as comidas típicas da Região Nordeste do país, mas é conhecida como "feijoada paraense" e considerada um prato indígena bastante peculiar da culinária nortista, que exige muito conhecimento para ser preparado corretamente.

Ela leva folhas da mandioca brava, que têm um alto teor de cianeto – substância extremamente tóxica que pode levar à morte em minutos. Por isso, como já comentamos nas receitas anteriores que levam esse ingrediente, muito cuidado antes de consumi-lo!

Para que tudo dê certo na hora de fazer uma maniçoba, a primeira dica é deixar que algum (a) "paraense raíz" prepare o prato por você.

Essa pessoa deverá deixar as folhas de mandioca cozinhando em uma panela de barro ou porcelana durante cerca de 4 dias, para que todo o cianeto seja eliminado.

Além do ingrediente exótico, acrescentará à "feijoada do Pará" pedaços de charque – carne salgada que é levada ao sol para secar –, toucinho, bucho, mocotó, orelhas, pés, costelas e linguiça de porco.

Depois, o ideal será servir a maniçoba acompanhada por farinha de mandioca, pimenta e arroz.

7.  Costela de Tambaqui

Costela de tambaqui

Nós já falamos um pouco sobre o tambaqui por aqui, mas ainda não dissemos a você que a costela do peixe é mais uma parte super valorizada e imperdível para conhecer e experimentar!

Comum na Região Norte, a "costelinha de tambaqui", como é carinhosamente chamada, costuma ser servida frita e até como um tipo de petisco de boteco. Para comer enquanto você conversa e se diverte com os amigos, por exemplo.

Ela é sempre acompanhada de molho de pimenta, que dá aquele toque especial no sabor.

8.  Caldeirada

Caldeirada

O termo "caldeirada" é utilizado, em geral, para cozidos à base de peixe – que consideramos os principais alimentos da dieta nortista – e, dentre todas as caldeiradas bem temperadas da região, considera-se a de tucunaré a mais famosa.

Nesse prato, o tucunaré é cozido com pimentão, cheiro-verde, pimenta-de-cheiro, alho e cebola. Em seguida, é servido com acompanhamentos, como ovos cozidos, arroz e farinha de mandioca.

A caldeirada é super simples e pode ser feita em casa. Que tal se aventurar?

9.  Açaí

Açaí

Entre tantas frutas conhecidas da região, como o cupuaçu e o tucumã, todos nós sabemos que o reizinho é o açaí, que conquistou o Brasil inteiro. Mas, já vamos avisando: no Norte do país, ele não é consumido como em outras regiões.

Por lá, não se come açaí como uma sobremesa e cheio de acompanhamentos doces do jeito que muita gente está acostumada, viu? Por isso, antes de experimentá-lo em seu formato típico, esqueça tudo que você já viu sobre ele por aí.

Na terra de suas origens, o açaí é consumido com acompanhamentos bem diferentes, como farinha de tapioca, peixe e camarão. Ele pode ser encontrado, ainda, em forma de suco ou vinho – bebidas feitas da polpa da fruta.

Seu preparo tradicional não leva açúcar ou xarope de guaraná: a preferência é por deixá-lo sempre o mais natural possível.

10.  Caruru

Caruru

Se engana quem pensa que a gastronomia nortista tem suas origens ligadas apenas aos indígenas e o caruru é prova disso! Esse prato, de origem africana, chegou ao Brasil trazido pelos escravos há muitos séculos e logo foi inserido no cotidiano das pessoas da região.

Ele é um tipo de pirão, feito com quiabo, camarões inteiros e secos, azeite de dendê, alfavaca (manjericão-doce), chicória e farinha de mandioca. Esse último ingrediente o diferencia, inclusive, do caruru baiano.

Dá para servir a receita com arroz e outros acompanhamentos. O caruru é um prato super versátil e pode tanto ser adaptado quanto ser preparado de várias formas!

11.  Mousse de cupuaçu

Mousse de cupuaçu

Agora, que tal uma sobremesa? O cupuaçu é uma fruta típica e abundante da Floresta Amazônica, muito encontrada nos estados do Amapá, Pará, Amazonas e Maranhão, principalmente.

Conhecido pelo seu sabor azedinho e perfume inconfundível, o cupuaçu está presente em diversas sobremesas nortistas e o mousse feito com a fruta é um dos preparos mais servidos pelos restaurantes da região.

De fácil preparo, a receita leva apenas leite condensado e creme de leite, além da fruta, é claro. Então, se você gosta de descobrir novos sabores, que tal dar uma chance para esse doce especial?

Busque também por pudim de tapioca com cupuaçu, sorvete de cupuaçu e pela famosa "torta Oiapoque", que leva castanha-do-Pará e cachaça no preparo. Com certeza, vale a pena prová-los!

12.  Bolo de Macaxeira

Bolo de macaxeira

Chegou a hora do café e, para combinar, a sugestão é um bolo de macaxeira quentinho, saindo do forno! Aceita?

A macaxeira, raiz conhecida como mandioca ou aipim, marca a culinária nortista por ser muito utilizada pelas tribos indígenas em diversos pratos. Versátil, é um ingrediente-base de diversas receitas doces e salgadas e o bolo de macaxeira está entre elas.

Prepará-lo não tem nada de complexo e exige poucos ingredientes:

  • macaxeira;
  • ovos;
  • açúcar;
  • leite-de-coco; e
  • manteiga.

Sua textura é leve e inconfundível, mas só quem já provou sabe disso. Experimente o quanto antes!

Depois disso tudo, nos diga: gostou de conhecer um pouco mais das comidas típicas da Região Norte do Brasil? Podemos apostar que você ficou até com vontade de viajar de verdade aos principais restaurantes e vendas da região para experimentar tudinho!

Deixe nos comentários o nome do prato que mais deu água na boca e corre pedir via delivery se não tiver como fazer as malas agora para sair em uma aventura.

 

E-Book grátis

15 ideias de embalagens para inovar no delivery

O que você achou do post?

273 Respostas

Deixe seu comentário