5 tipos de carne para cozinhar na panela

Mudar o cardápio para receber os amigos é sempre uma boa dica, certo? Mas, para isso é preciso saber como preparar a nova receita. Veja só qual carne usar para cozinhar e preparar um delicioso ensopado.

Carne para cozinhar

Acém, costela, fraldinha, paleta e músculo são os cortes de carne mais indicados para cozinhar na panela, seja ela comum ou de pressão. Porém, você também deve considerar o patinho, corte bovino também muito usado na cozinha.

Ele também pode ser uma opção, porém, é comum que o patinho seja utilizado para preparo de molhos e moído. Por exemplo, se você deseja preparar uma massa à bolonhesa, a carne utilizada pode ser o patinho moído.

Isso é, para pratos elaborados e que envolvam massas, como no caso da lasanha de carne moída, os cortes citados anteriormente não são os mais indicados.

Entenda os motivos lendo o artigo abaixo e conhecendo um pouco mais sobre cada corte.

Qual o melhor tipo de carne para cozinhar?

Existem muitos cortes, mas nem todos servem para cozinhar na panela, nem mesmo na de pressão. As carnes como o acém e o músculo, por exemplo, são ótimas para esse preparo porque são cortes mais magros e fibrosos.

Inclusive, ficam deliciosos quando preparados com molhos e acompanhamentos.

Uma receita deliciosa é a famosa “vaca atolada” ou “vaca louca” - o nome depende da região do Brasil que você vive, mas a base da receita é uma só.

O prato consiste em costelas com osso, que também é um ótimo corte para cozinhar na panela de pressão, com mandioquinha picada em pedaços médios, temperado com cebola, alho, sal e pimenta-do-reino. A combinação não tem como dar errado, e em 30 minutos está pronto e é só servir.

Deu água na boca, não é mesmo? Então confira abaixo um pouco mais sobre os tipos de carnes mais indicados para cozinhar na panela e veja com o que elas combinam.

5 tipos de carne para cozinhar

Os pedaços abaixo podem ser encontrados em qualquer açougue ou mercado, inclusive, em estabelecimentos de pequeno porte. O preço dos cortes costumam ser os mais em conta, principalmente quando comparado a outras carnes.

1.  Acém

Em relação aos outros cortes da parte dianteira do boi, esse é um dos mais macios, pois possui muitas fibras.

Além disso, tem pouca gordura e pode ser preparado tanto na panela comum quanto na de pressão.

Um dos melhores acompanhamentos para o corte são as batatas inglesas e até as cenouras, que ficam uma delícia quando cozidas junto com o acém na panela.

O segredo do preparo está no tempo de cocção e na quantidade de água utilizada no preparo e, como o corte não possui grandes taxas de gordura, tem cozimento rápido. Justamente por causa disso pode acabar queimando. Então, nada de ligar o fogo e sair de perto.

Dependendo da quantidade de água, 20 minutos podem ser suficientes para o preparo, principalmente em panelas de pressão.

2.  Costela

Aqui, a carne pode ser com osso ou sem, mas saiba que o fato de usar o osso na cocção interfere positivamente no sabor final do prato.

A costela possui mais gordura em relação aos outros cortes e, por isso, fica incrivelmente deliciosa com acompanhamentos como a mandioquinha, por exemplo.

Esse sem dúvidas é um dos cortes mais tradicionais quando o assunto é preparo na panela, porém, essa entra na lista de cortes que devem ser preparados apenas na pressão.

3.  Músculo

O corte é tão macio quando o acém e pode ser utilizado para vários pratos, contudo, é importante que contenha bastante molho, pois a carne é mais fibrosa, sem tanta gordura e portanto, quando preparada sem molho, pode ficar seca.

Além de magro, o corte é rico em colágeno e pode ser encontrado tanto na parte dianteira quanto traseira do boi, não tendo seu sabor modificado por causa da região.

4.  Fraldinha

O processo de cozimento é fácil e não precisa nem ser feito na pressão, podendo ser preparada de inúmeras maneiras: ensopada, com pouco ou muito caldo, pode ser usada até em receitas de sopas.

A fraldinha é um dos cortes mais famosos, quando o assunto é preparo de ensopados e guizado, ficando atrás somente da costela.

5.  Paleta

Outro corte com percentual de gordura, mas que traz muito sabor ao prato sem deixar o preparo enjoativo.

A paleta pode ser preparada com acompanhamentos mais secos, para que gordura do corte leve saborosidade aos demais ingredientes.

Uma boa dica é preparar a paleta com temperos, como sal, cebola, pimenta-caiena e alho. Depois, basta servir com legumes preparados no vapor, como brócolis, couve-flor e cenoura.

Dica extra: Patinho

O patinho é excelente para o cozimento também, porém, como já mencionamos, o ideal é usá-lo para preparos de pratos mais específicos. Por exemplo:

  • Macarrão à bolonhesa;
  • Lasanhas;
  • Pizzas;
  • Panquecas; e
  • Pastéis.

Para usá-lo como recheio, o patinho moído pode ser usado em vários tipos de molhos: vermelho com tomates ou, ainda, pode ser usado junto ao molho branco, combinando perfeitamente.

Qual a melhor carne para carne de panela?

A lista deste artigo contém as melhores carnes de panela, desde as carnes mais fibrosas, como o acém e o músculo, e até cortes mais gordurosos como a costela e a paleta.

Porém, é preciso esclarecer uma coisa: é comum que em todo o território nacional os nomes dos cortes sejam diferentes.

Por isso, para evitar algum mal-entendido, nós trouxemos um bom exemplo dessa diferença de nomes que na real, são os mesmos cortes.

Veja só:

  • Lagarto dianteiro = paleta
  • Vazio ou aba de filé = fraldinha
  • Braço = músculo
  • Agulha = acém

Ou seja, se você chegar no açougue e pedir um quilo de vazio, eles vão entregar para você a famosa fraldinha, a qual comentamos neste artigo.

Esclarecido isso, veja abaixo a lista de carnes que devem ser preparadas na panela de pressão.

Carne para cozinhar na panela de pressão: quais cortes usar?

É válido dizer que todo e qualquer corte pode ser preparado na panela de pressão, afinal, ela cozinha muito bem, economizando tempo e gás. Porém, as carnes com mais gordura e mais duras, são as mais indicadas para o utensílio.

Isso porque o cozimento delas deve ser mais lento, precisando da pressão para amolecer o corte e trazer sabor para a carne.

Carnes com menos gordura, alta maciez e fibras podem acabar desmanchando com a alta temperatura da panela de pressão, trazendo uma textura diferente para o prato, claro que isso, não interfere no sabor.

Porém, modifica o aspecto físico do corte. Além disso, cortes muito magros precisam de muito cuidado na hora do preparo na panela de pressão, pois podem queimar facilmente se a quantidade de água for baixa.

Agora que você já sabe qual carne usar para o preparo que deseja e como funciona a panela de pressão nesses casos, fique a vontade para preparar comidas diferentes e usar nossas dicas para surpreender seus amigos e familiares.

E-Book grátis

15 ideias de embalagens para inovar no delivery

O que você achou do post?

0 Respostas

Deixe seu comentário