Melhores cafés: ranking com os 5 melhores do mundo

Amado por uma enorme parte dos brasileiros, o café é uma das bebidas mais consumidas do mundo, seja para manter-se acordado ou apreciar o seu sabor. Conheça o ranking dos cinco melhores cafés.

Melhores cafes

Neste artigo, preparamos uma verdadeira viagem pelas características dos grãos mais especiais do planeta para que você possa ter a experiência, mesmo que apenas virtual, do sabor e das notas que esses produtos apresentam.

Para quem gosta de café, estar por dentro das novidades e de tudo o que o universo cafeeiro tem de melhor é uma regra. Ainda que falte oportunidade para provar todos os tipos que existem, é possível conhecê-los e deixar rolar uma boa conversa regada a um produto de qualidade.

Desde que se obtiveram os seus primeiros registros na Etiópia, o grão se espalhou por todos os continentes, tornando-se uma das bebidas mais consumidas do mundo e, no Brasil, isso não é diferente.

A produção se concentra nas regiões de maior atitude entre os trópicos, sendo essa a melhor condição para o seu cultivo que acontece, atualmente, em cerca de 43 países, trazendo características únicas de produção e sabor para cada bebida.

Se alguém lhe perguntar qual o melhor café do mundo, você sabe responder? Se a sua resposta for não, agora você saberá! Confira quais são as cinco melhores variações da bebida no planeta.

Melhores cafés do mundo

Montanha Azul, Santa Helena, Kopi Luwak, Hacienda La Esmeralda e Marfim Preto: esses são considerados os melhores cafés do mundo.

A escolha dessa seleção leva em conta uma série de fatores, como:

  • os países onde são produzidos os grãos;
  • o clima;
  • a forma como o cafezal é cuidado;
  • como se trabalha com os grãos; e
  • de que forma é feito o armazenamento até que o produto chegue ao consumidor final.

As melhores marcas de café do mundo já mostraram que se preocupam com todos esses quesitos, que são de suma importância para o resultado do sabor do grão quando chega na mesa ou balcão do cliente.

Destacamos que é impossível desassociar o melhor produto da região onde ele é produzido, por isso vamos apresentar um ranking estabelecido em 2018 pela Specialty Coffee Association (SCA), uma das maiores organizações de cafeeiros do mundo.

Segundo a classificação, o ranking é feito com base no grão e no país de produção. Sem mais delongas, conheça melhor agora os 5 melhores cafés do mundo!

5.  Montanha Azul, Jamaica

Cultivado na Montanha Azul da Jamaica, apresenta um grão que não é amargo, possui o gosto suave e ambas características são o que o tornam tão especial e marcante. O plantio é feito a 5.500 metros acima do mar e a sua produção é feita praticamente toda no local.

4.  Santa Helena, Ilha de Santa Helena

No Sul do Oceano Atlântico, podemos encontrar a ilha Santa Helena e há boatos que o café produzido lá é tão bom, mas tão bom que parece um sonho. Das suas características, podemos citar que é super refinado, elegante, cítrico e que possui notas de vinho e chocolate.

Veja também:
7 idéias de cardápio de café da manhã para vender
O que os americanos comem no café da manhã?
6 ideias incríveis de cardápio de sanduíches

3.  Kopi Luwak, Indonésia

Muito famoso por ser um dos cafés mais caros que existem, o Kopi Luwak se destaca pela sua forma exótica de produção.

A fermentação acontece de forma natural através de um mamífero conhecido como civeta, que ingere os grãos, libera ácidos e enzimas e os elimina nas fezes, quando é coletado pelos cultivadores.

Pode parecer super estranho, mas esse grão conquistou o título de terceiro melhor do mundo com seu aroma incrível de frutas vermelhas, levemente amargo e sem nenhuma acidez.

2.  Hacienda La Esmeralda, Panamá

Limpo, intensamente floral, levemente doce, rico em acidez e notas frutadas: essas são as principais características do grão cultivado no Panamá. Eles são processados logo após a colheita e possuem sabor tão único que, comumente, encontramos comparações entre o café Hacienda La Esmeralda e os melhores vinhos do mundo.

1.  Marfim Preto, Tailândia

Ocupando o primeiro lugar da nossa lista, temos mais um café de procedência duvidosa. Assim como o Kopi Luwak, o responsável pela fermentação é um animal, mas, no caso do Marfim Preto, os bichinhos que fazem esse processo são ninguém mais ninguém menos que os elefantes.

Eles são alimentados com os frutos e, quando os grãos são descartados através das suas fezes, passam pelos processos de secagem e torra para então se tornarem os melhores do mundo: suaves, nada amargos e com notas terrosas.

E não é fácil produzir não, viu? A produção anual não ultrapassa 50kg e, para um único quilo, são necessários 10 mil grãos!

Afinal, como são avaliados os cafés do mundo?

A avaliação é realizada pela Specialty Coffee Association (SCA), que possui uma Metodologia de Avaliação Sensorial classificando os grãos em tradicionais, superiores e especiais. Os quesitos levados em consideração para a avaliação são:

  • fragrância/ aroma;
  • uniformidade;
  • ausência de defeitos;
  • doçura;
  • sabor;
  • acidez;
  • corpo;
  • finalização; e
  • harmonia.

Assim são definidas as escalas de 0 a 100 para aprovação. Cafés acima de 80 pontos são considerados especiais, de 60 a 70 pontos são superiores e entre 45 e 59 são tradicionais. Os que são classificados abaixo de 45 pontos não são recomendados.

Qual é o café mais vendido do mundo?

Fundada em 1971, a marca de café mais vendida do mundo é a da rede Starbucks, presente em mais de 70 países e em mais de 30 mil localizações ao redor do mundo.

A multinacional americana de cafeterias e reservas de torrefação com sede em Seattle, Washington, é conhecida por servir bebidas quentes e frias, cafés em grãos inteiros, instantâneo micro-moído - conhecido como VIA - expresso, caffe latte, chás de folhas inteiras e soltas, sucos naturais Evolution, frappuccino, entre muitos outros.

Segundo o blog canadense BizVibe’s, a Starbucks ocupou, em 2020, o primeiro lugar como a maior marca de café, gerando US$ 26,5 bilhões e se tornando uma das principais marcas do ramo mundial no quesito receita.

E-Book grátis

15 ideias de embalagens para inovar no delivery

O que você achou do post?

0 Respostas

Deixe seu comentário