Comidas típicas do México: 10 pratos para todos os gostos

As raízes milenares indígenas se misturam com as influências espanholas e se traduzem numa riqueza gastronômica saborosa que marca a cultura mexicana. Vem conhecer as principais comidas típicas do México neste artigo!

Comidas típicas méxico

Topa participar de uma viagem para conhecer as delícias que são as comidas típicas do México? Além dos famosos tacos, tortillas e tamales, a cozinha mexicana está repleta de iguarias tradicionais, como o mole poblano, o pozole e a cochinita pibil.

Cada prato tem sua própria história e nós pretendemos contá-las aqui!

Nosso artigo leva você para uma jornada gastronômica de sabores e cores que são herança cultural dos povos originários, além de terem forte influência dos colonizadores espanhóis.

Como em outras culturas, a culinária mexicana tem forte ligação com diversos aspectos culturais e religiosos e o melhor exemplo que poderíamos dar é a festa do Dia dos Mortos, celebrada em 2 de novembro todos os anos.

Inclusive, por conta dessa festa e também pela sua tradição milenar, a cozinha do país foi incluída na lista do Patrimônio Cultural Intangível da Humanidade, pela UNESCO – Organização das Nações Unidas para Educação, Ciência e Cultura.

Um reconhecimento histórico importantíssimo e mais um motivo para você querer conhecer a história dos pratos de forma mais aprofundada. Vamos lá, então?

Para começar, entenda um pouquinho do contexto que originou a culinária mexicana. Ele envolveu a colonização do país, mas tem muito a ver com povos que habitavam suas terras antes mesmo de tudo isso!

Antes de os colonizadores espanhóis invadirem o México em 1519, cinco grandes civilizações originárias ocuparam a região: maias, olmecas, astecas, teotihuacanos e toltecas.

Essas populações desenvolveram técnicas de agricultura que envolveram a domesticação e o cultivo do milho há oito mil anos, aproximadamente.

Outros vegetais também eram cultivados na região, mas faziam parte da dieta dos povos indígenas de lá, como o abacate, o tomate e a abóbora. Sem contar o feijão, o cacau e uma grande variedade de tipos de pimentas.

A colonização espanhola adicionou ainda mais sabores à cozinha mexicana e chegou trazendo características próprias do continente europeu. Assim, se responsabilizou pela inclusão da carne de bois, porcos, galinhas e cabras, do queijo e de outras especiarias nas receitas.

A salsa, o orégano e a canela são exemplos de temperos que desembarcaram no México com os espanhóis.

Qual a origem dos pratos mexicanos?

Os pratos mexicanos foram desenvolvidos pelos povos indígenas que viviam na região antes da chegada dos colonizadores espanhóis, mas muitos sofreram modificações com temperos e ingredientes vindos da Espanha.

A origem de várias receitas do México também está relacionada com a espiritualidade desenvolvida pelas civilizações originárias, representada em festividades como o Dia dos Mortos, em que os alimentos e bebidas são servidos às divindades e aos familiares que se foram.

Um dos pratos típicos da festa é o chamado "pan-de-muerto": um tipo de pão doce decorado com pequenos crânios confeitados e polvilhado com açúcar.

As próprias caveiras decoradas e super coloridas, feitas com açúcar, amaranto e chocolate, também são clássicos desse dia!

Nos chamados altares-dos-mortos, todo dia 2 de novembro os mexicanos deixam bebidas alcoólicas, como o mezcal e o pulque.

O primeiro é considerado "primo" da tequila, mas mais forte e defumado e o segundo é feito do suco fermentado de agave (matéria-prima tanto do mezcal quanto da tequila) e parecido com uma cerveja, além de ser considerado sagrado pelos astecas. Interessante, né?

Como são feitos os alimentos típicos mexicanos?

A base da culinária tradicional mexicana é o milho, usado para preparar a massa de tamales e tortilhas, dois pratos que fazem parte da lista de sucessos da comida de rua do México.

Os tamales se parecem com a pamonha brasileira e a tortilla é um tipo de pão mais fino, semelhante ao "wrap", feito para receber uma grande variedade de recheios.

O cultivo e o preparo do milho que vai nessas massas e em outras receitas começou lá atrás, pelas mãos dos indígenas mexicanos e têm milênios de refinamento.

Hoje, chegou no que ficou conhecido como "processo da nixtamalização": um método de cozimento e maceração do vegetal já maduro, que facilita seu preparo e melhora o sabor, o aroma e a qualidade nutritiva do grão.

A base da culinária muda um pouco de acordo com a região do país, sendo mais comuns na parte Norte os pratos com carne bovina, enquanto, na parte Sudeste, predominam pratos com mais tempero e uso de carne de galinha.

Até aqui dá para ter uma noção do que vamos encontrar quando mergulharmos de vez nas opções do que comer no país, certo? Siga a leitura para conhecer exemplares dessa cozinha tão tradicional quanto saborosa!

Quais são as principais comidas tradicionais do México?

Tortilla, machaca e chilorio, pozole, cochinita pibil, mole poblano e jericalla são as seis receitas que escolhemos entre as mais tradicionais mexicanas para apresentar a você. Tenha calma se não souber o que nenhum desses nomes significa. Logo descobrirá!

Preparamos uma lista especial para você se encantar com essas delícias.

1.  Tortilla

Tortilla

As tortillas são pães parecidos com panquecas e feitos com o ingrediente-chave da cozinha mexicana: o milho. Você provavelmente já as viu sendo usadas para o preparo dos burritos, recheadas com feijão e carne, por exemplo.

Elas também existem na versão de trigo, usadas para se fazer o taco – mais amarelinho e mais crocantes na hora de morder em comparação ao burrito.

O formato das tortillas sugere uma alternativa ao uso de talheres, já que elas permitem um fácil manuseio e a colocação de recheios variados, além de serem muito nutritivas por causa da sua base.

2.  Machaca e chilorio

Machaca e chilorio

Usados como recheio de burritos, a machaca (foto) é um prato de carne-seca que pode ser preparado de maneiras diferentes em cada estado do país e que leva, nas receitas, desde cebola e alho até tomate-cereja e pimenta mexicana.

Já o chilorio é a carne de porco “desyerbada”, ou seja, desfiada.

Tanto um quanto o outro levam temperos característicos e saborosos, que variam muito, dando versatilidade aos recheios. A machaca com huevo, por exemplo, é a carne-seca desfiada e misturada a ovos mexidos, consumida, geralmente, acompanhada por tortillas de farinha de trigo.

3.  Pozole

Pozole

O pozole é tido por muitos como o prato mais popular do México e encontrado em absolutamente todo lugar no país, desde as barraquinhas de feira na rua até os restaurantes mais chiques.

Parecido com uma receita de sopa, esse prato tem como base o cacahuacintle ou cacahuazintle – um tipo de milho com grãos bem grandes que são cozidos por várias horas – e é servido tradicionalmente em aniversários e casamentos para acompanhar o guajolote: nosso peru.

Uma curiosidade!

A domesticação do guajolote é atribuída justamente aos povos que viveram no México mais de 2 mil anos atrás, você sabia? O nome dado ao bicho significa algo como "pássaro grande e monstruoso", mas "monstruoso", nesse caso, faz referência ao sagrado e não é algo negativo.

4.  Cochinita pibil

Cochinita pibil

Um dos pratos mais tradicionais do México e de origem maia, a cochinita pibil segue uma técnica de preparo muito antiga, desenvolvida pelos indígenas na região da província de Yucatán.

Feita de carne de porco preparada com molho de laranja azeda e cebola roxa, a cochinita leva muitos condimentos para aumentar ainda mais o seu sabor. Por exemplo: cominho, canela, vinagre, sal e pimenta-preta. Todo mundo precisa provar!

Ela é assada enrolada em folhas de bananeira e em fornos montados em buracos, chamados de pibiles. Daí o nome da receita.

5.  Mole poblano

Mole poblano

O mole é um prato típico muito saboroso e picante e se parece com um molho, que leva chili (o tempero picante), ervas perfumadas e sementes variadas moídas. Serve como acompanhamento de receitas à base de carne, especialmente de galinha.

Sua receita original, feita no estado mexicano de Puebla, leva cacau amargo e, nela, a iguaria acaba transformada numa mistura de sabores indescritível, que equilibra doce, amargo, azedo e picante. É surpreendente de verdade.

Não à toa, o mole poblano é um representante internacional da cozinha do país, ocupando lugar de destaque na sua cultura gastronômica.

6.  Jericalla

Jericalla

Não é só de pratos “quentes” e temperados que se vive no México! Os doces da cozinha do país também são incríveis, a exemplo da jericalla: um pudim de leite super cremoso, finalizado com baunilha e canela.

O nome da receita vem de "Jerica", que seria o nome da freira responsável por idealizá-la, segundo relatos locais.

Agora, vamos viajar pelas comidas que, além de tradicionais, também são famosas?

Quais são as comidas mexicanas mais famosas? Veja!

Ficou com fome de informação? Aproveitamos para listar quatro pratos que são figurinhas carimbadas nos restaurantes mexicanos e apps de delivery tanto de lá quanto daqui do Brasil e do mundo todo.

1.  Chili com carne

Chili com carne

Mais um prato de origem asteca, criado por volta do século XV, o chili é um tipo de guisado (ensopado) picante, que leva carne, feijão e tomate, além de, claro, muita pimenta!

Tradicionalmente servido em vasilhas de cerâmica bem decoradas, ele costuma ser consumido com nacho, aquele petisco mexicano sequinho à base de milho e com ajuda de uma colher. Prático e delicioso.

2.  Quesadilla

Quesadilla

Tortilla grelhada com muito, muito queijo e bem recheada, com carne moída, frango ou até camarão. Gostou? Essa é a quesadilla! Queso (queijo em espanhol) + tortilla. Fica uma delícia!

Pode ser servida dobrada ou mesmo aberta, com o recheio caprichado entre o queijo e o pãozinho. A que você vê na foto tem frango.

3.  Guacamole

Guacamole

Uma receita tão famosa que é possível que alguém já tenha consumido sem saber nem que ela vem do México! O guacamole está em todo lugar por lá e por aqui no Brasil também, mas em solo mexicano o abacate, sua matéria-prima, é visto como um alimento sagrado.

Pelo menos por vários dos povos originários.

O prato se parece com um purê de avocado (abacate), que leva limão, vinagre, sal, coentro e pimenta, podendo ainda ser complementado com pimentões e cebola roxa.

Ele é consumido com nachos, como o chili, ou usado no recheio de tortillas. Também pode aparecer acompanhando outros pratos típicos: não se espante.

4.  Churros

Churros

Acredite se quiser: o churro não é brasileiro! Pelo contrário! É um doce teoricamente trazido da Península Ibérica para o México e países sul-americanos e ficou eternizado na memória afetiva de muita gente por causa do "Chaves", seriado mexicano.

A massa original dos churros leva trigo, sal e manteiga, é frita em óleo e depois polvilhada com açúcar e canela. Geralmente, ele é recheado com doce de leite ou creme de chocolate, mas é possível encontrá-lo em suas versões de churros gourmet, com recheios mais sofisticados.

A receita tradicional mexicana, diferentemente desta que a gente come, costuma ser bem fininha e servida com os recheios ao lado, disponíveis para mergulhar a iguaria e se deliciar com seu sabor. Você prefere assim ou tudo junto?

Ah! E não podemos esquecer de mencionar as bebidas características desse país antes de irmos.

Quais as bebidas mais famosas do México?

Entre as bebidas mexicanas mais características, estão o mezcal, o pulque e a tequila. Aliás, é impossível falar do assunto e não lembrar dela!

O mezcal e a tequila são destilados e o pulque, como você já viu anteriormente neste artigo, lembra bastante uma cerveja. Também originária do agave, a famosa tequila tem um preparo parecido com o do mezcal, mas seu processo de filtragem se repete mais vezes.

Então, ele é mais forte e defumado do que ela.

Se for para o México e tiver interesse, procure se aprofundar sobre esses processos de destilação. São bem legais! Enquanto isso ou em vez de seguir por esse lado, prepare uma lista usando como base as receitas que trouxemos e não embarque de volta sem provar todas.

Certas experiências a gente tem uma vez na vida para não esquecer nunca mais.

Enfim, são muitos sabores a se conhecer nessa culinária que, mesmo muito antiga, segue sendo uma das preferidas e servindo como referência para a cozinha moderna ao redor do planeta, conquistando os corações de quem a conhece. O nosso ela já conquistou!

E-Book grátis

15 ideias de embalagens para inovar no delivery

O que você achou do post?

21 Respostas

Deixe seu comentário