Qual a temperatura ideal para cada tipo de cerveja?

Por incrível que possa parecer, a temperatura ideal da cerveja não é “estupidamente gelada”! Existem vários fatores que influenciam a temperatura ideal dessa bebida que é a queridinha dos brasileiros. Confira!

Temperatura ideal cerveja

É difícil encontrar alguém que não seja fã de uma cerveja geladinha, não é mesmo? É possível encontrar indicações de temperatura variadas para cada tipo de cerveja, mas, de modo geral, para as variedades mais comuns no Brasil, a temperatura ideal para cerveja é entre 0 e 4 ºC.

Nós também sabemos que nem todos os refrigeradores comuns conseguem manter essa temperatura sem congelar a cerveja, por isso o mais indicado é utilizar uma conservadora ou cervejeira para armazenar as bebidas.

Mas, para quem aprecia a bebida e quer ir além das clássicas pilsen presentes no Brasil, nós preparamos um guia com todos os tipos de cerveja, a temperatura ideal para cada uma e outras dicas para você aproveitar melhor o seu happy hour.

Confira!

Qual a temperatura ideal para cada tipo de cerveja?

Quem é fã da bebida sabe: existem tantas opções que é possível montar até mesmo uma noite de degustação de cerveja. Mas, se você pensa que todas elas devem ser conservadas da mesma forma, é aí que o engano acontece.

São vários os fatores que influenciam na temperatura ideal de uma cerveja: o teor alcoólico da bebida, as notas de sabor - se é amarga, doce ou frutada, por exemplo - as texturas e até mesmo os ingredientes podem afetar a temperatura ideal para consumir a sua cerveja.

É importante explicitar que temperaturas muito baixas - abaixo de 0°C - tendem a diminuir a sensibilidade das papilas gustativas, por isso é tão importante saber a temperatura ideal para a cerveja que você pretende consumir.

Pensando nisso, separamos os tipos mais comuns de cerveja que você vê por aí e a temperatura ideal para cerveja artesanal, que você encontra em choperias ou nas prateleiras dos supermercados.

Pilsen

As cervejas pilsen são as mais comuns no território brasileiro, é a famosa cerveja de boteco. As bebidas deste grupo tendem a apresentar um leve amargor, ter a cor mais clara e não ser tão encorpadas. O teor alcoólico também é mais baixo, o que faz com que a temperatura ideal para cerveja pilsen fique entre 0ºC a 4ºC.

Indian Pale Ale - IPA

Uma das cervejas favoritas de quem admira a bebida é a Indian Pale Ale, também conhecida como IPA. Esse tipo de bebida é caracterizado pelo gosto amargo, sabor cítrico e muuuuuuuita espuma para o colarinho.

Por ter o sabor marcante e mais forte, a temperatura ideal para as cervejas IPAs é de 7ºC a 12ºC.

Lager

Popular em países como Alemanha e República Tcheca, ela tem baixa fermentação e conta com os sabores marcantes do malte e lúpulo. A temperatura ideal do freezer para gelar cerveja Lager é de 0ºC a 4ºC.

Weissbier

Também conhecida como Weiss, é uma cerveja tradicional alemã de coloração dourada, maior acidez e com notas de cravo e banana. Também é uma bebida de teor alcoólico baixo e pode oscilar entre a temperatura de 4ºC a 6ºC na hora de consumir.

Witbier

Pertencente ao grupo de cervejas tradicionais alemãs à base de trigo, como a Weissbier, a Witbier é mais refrescante e frutada, com notas de laranja. O teor alcoólico é de 5% e a bebida deve ser consumida entre 2ºC a 4ºC.

Ale

Típicas da Bélgica e Inglaterra, as cervejas Ale são bem frutadas e são feitas com processo de alta fermentação. De modo geral, essa cerveja combina mais com temperaturas mais quentes e pode ser consumida entre 8ºC a 15ºC.

Bock

A cerveja alemã Bock tem dentre suas características o elevado teor alcoólico, a cor vermelha e o corpo denso, e deve ser consumida em temperatura de adega, entre 10ºC a 13ºC.

Como gelar a cerveja mais rápido

A gente sabe que, às vezes, simplesmente não dá pra esperar a cerveja atingir a temperatura ideal, e a boa notícia é que você não precisa ficar sem a sua cervejinha gelada.

Existem algumas formas de gelar a cerveja mais rápido e, embora você não consiga controlar a temperatura, pode ter certeza que o processo vai poupar seu tempo.

1.  Usando álcool e água

O álcool é um grande aliado na hora de acelerar o processo de deixar sua gelada na temperatura ideal. Isso porque a mistura não congela no freezer, já que o álcool não se solidifica, mas acelera o resfriamento das bebidas.

Olha como é fácil:

  1. Misture uma proporção 50/50 dos dois líquidos em uma vasilha.
  2. Coloque a sua lata ou garrafa de cerveja dentro da vasilha e leve ao congelador.
  3. Aguarde alguns minutos e retire. Prontinho!

2.  Utilizando papel-toalha molhado

Molhar o papel-toalha e envolver a cerveja com ele é um meio de acelerar a formação de gelo ao redor da embalagem da bebida, o que acelera o processo de resfriamento e, consequentemente, deixa sua cerveja gelada em menos tempo.

Siga as instruções:

  1. Envolva a sua cerveja com papel-toalha e molhe em água corrente todas as extremidades do papel.
  2. Leve a cerveja ao congelador.
  3. Espere alguns minutos até que o gelo se forme e comece a resfriar a bebida.
  4. Consuma na temperatura desejada.

Ok, já sabemos o que fazer quando a cerveja precisa ser resfriada, mas o contrário também é válido.

Quem nunca deixou a cerveja no freezer por tempo demais, não é mesmo? Isso é muito comum em geladeiras tradicionais que não possuem um controlador de temperatura para a cerveja, como é o caso das adegas, conservadoras e cervejeiras.

O que fazer quando a cerveja congelar?

Muita gente já teve a infeliz surpresa de descobrir que esqueceu a cerveja no congelador e, dependendo do tempo que a cerveja ficou congelada, ainda é possível “salvar” a bebida.

É o caso de quando apenas parte do líquido congela, ou “floca”, com cubos de gelo caindo junto com o líquido no copo.

Agora, se a sua cerveja passou muito tempo no freezer e a lata estufou ou está completamente congelada, a única saída é descartar a bebida.

Infelizmente, o congelamento afeta a pressão da bebida dentro da embalagem, fazendo com que a cerveja estufe e reaja com os componentes do ar por conta dos problemas causados pelo congelamento na vedação da garrafa ou da latinha. Essa reação altera o sabor da bebida e deixa a cerveja “choca”.

Além do mais, não é recomendado deitar as cervejas, elas devem ser armazenadas sempre de pé e sob o abrigo do sol e da luz, que também podem afetar no sabor da sua bebida.

Falando em afetar o sabor, o recomendado é que a sua cerveja esteja sempre acima dos 0ºC, como falamos no início deste post. Não só por conta da dessensibilização das papilas gustativas nessa temperatura, mas também porque o congelamento da cerveja pode causar alterações na estabilidade dos ingredientes, e tornar a cerveja menos durável.

Gostou das dicas? Que tal compartilhar com os amigos - as dicas, uns petiscos e uma cerveja também, né? E lembre-se: se beber, não dirija. Consuma conscientemente.

E-Book grátis

15 ideias de embalagens para inovar no delivery

O que você achou do post?

1 Resposta

Deixe seu comentário