O que é a gourmetização e como tornar suas comidas gourmetizadas

Você provavelmente já encontrou a palavra “gourmet” em cardápios de restaurantes, né? Se já se perguntou o que isso significa, confira neste artigo tudo sobre esse assunto.

O que e gourmetização

Você provavelmente já viu em algum lugar a expressão “gourmet” ao lado de um prato de restaurante e pode ter se perguntado o que isso significa. A resposta é muito simples: a moda da gourmetização nada mais é do que “sofisticação” das comidas.

Agora você pode se questionar: qual a diferença entre um prato comum e um prato gourmet? Ou seja, o que é preciso para gourmetizar uma receita? Acompanhe nosso artigo e vamos responder essa e outras perguntas.

O que é gourmetização?

Assim como muitas influências na gastronomia vêm da França, com a palavra “gourmet” não seria diferente. Essa palavra de origem francesa remete à ideia de: charme, delicadeza e, como falamos logo no início deste artigo, sofisticação.

No mundo gastronômico, o “gourmet” se associa a pratos exclusivos e artísticos, geralmente caracterizando a alta gastronomia. O que eleva o prestígio do seu restaurante porque, além de tudo isso, essa palavra também transmite a ideia de qualidade.

Olhando para a origem da palavra já fica mais fácil de criar um conceito, não acha? Em termos mais claros, a gourmetização significa transformar uma comida simples em algo sofisticado e com mais qualidade, único.

Se adequar à moda e transformar o seu serviço em gourmet pode trazer muitas vantagens para o seu negócio e vamos mostrar como você pode fazer isso.

Como transformar pratos simples em comidas gourmetizadas?

Como falamos antes, o “gourmet” se associa com qualidade e, para garantir essa característica, o primeiro passo é escolher muito bem os ingredientes da sua receita. Utilize bons ingredientes e, se necessário, adapte a receita.

Por exemplo, se sua receita precisar de molho de tomate, produza você mesmo o seu molho, com ingredientes naturais e menos produtos industrializados. Isso ajuda a deixar o seu prato único e com mais qualidade.

Outro exemplo de substituição é a famosa carne de hambúrguer. Ao invés de utilizar uma carne congelada pronta e industrializada, os restaurantes de hambúrguer gourmet passaram a produzir o seu próprio blend para carne.

Depois dos ingredientes, o próximo item para transformar o seu prato em gourmet é a mão de obra qualificada. Quando o assunto é comida, é preciso de um profissional gastronômico por trás da produção.

Um chef de cozinha qualificado é importante para garantir as técnicas que envolvem o preparo e a montagem. A gourmetização também se aplica ao visual, à apresentação, às texturas do prato — e não apenas ao sabor.

Quando o assunto é a aparência, não adianta ter um prato lindo e uma embalagem que não está à altura, concorda? Se o seu restaurante trabalhar com delivery, opte por embalagens personalizadas e de boa qualidade.

Para servir dentro do próprio estabelecimento, invista na decoração do restaurante e em utensílios de qualidade, tudo isso faz muita diferença para o cliente. Então vamos recapitular tudo que você precisa para gourmetizar o seu produto:

  1. Ingredientes de qualidade
  2. Menos produtos industrializados
  3. Mão de obra qualificada
  4. Técnicas
  5. Texturas
  6. Montagem e apresentação
  7. Embalagens
  8. Decoração do estabelecimento
  9. Utensílios de qualidade

Com essas dicas você já pode transformar o seu cardápio e aproveitar as vantagens de uma culinária gourmet.

Veja também:
Dicas e receitas de como fazer hambúrguer caseiro
Como preparar um pão australiano igual ao do Outback?
O que é e como fazer charcutaria artesanal

Vantagens de um cardápio gourmet

Será que realmente vale a pena investir em um cardápio gourmet? Conheça as quatro principais vantagens.

1.  Diferencial e qualidade

O cardápio gourmet vai garantir para o cliente que o seu produto é diferente do que a maioria oferece e também mostra que a qualidade é altamente levada em consideração.

A qualidade que você vai oferecer está ligada com o que falamos antes: os bons ingredientes, menos produtos industrializados e a mão de obra qualificada.

2.  Maior fluxo de clientes

Quando o serviço e o produto, juntos, são excelentes e diferenciados, um cliente indica para um amigo, que indica para outro e assim mais pessoas passam a conhecer o seu restaurante.

3.  Lucro

Em consequência do maior fluxo de clientes, o lucro do seu negócio vai disparar. Afinal, quanto mais você investir no diferencial e na experiência gastronômica dos seus clientes, maior retorno financeiro você terá.

4.  Negócio sólido

Depois de tudo isso, garantindo a satisfação do seu cliente com o seu cardápio único e de qualidade, você consegue garantir um negócio sólido e próspero.

E aí? Você acha que vale a pena? Com essas dicas você já pode investir em um cardápio gourmet e lucrar cada vez mais com essa grande tendência. E, se estiver apenas procurando dicas para fazer com os amigos, num jantarzinho em casa, as dicas são as mesmas.

O que você achou do post?

1 Resposta

Deixe seu comentário