15 maiores marcas de cerveja do mundo

Confira, neste artigo, quais as marcas de cervejas mais vendidas ao redor do globo, descubra quais delas estão à venda no Brasil e inspire-se com ideias de grandes negócios ao redor do mundo!

Maiores marcas de cerveja

Todo mundo conhece pelo menos duas marcas de cervejas, certo? Porém, você ficaria surpreso em saber que no ranking mundial, as cervejas americanas, alemãs e brasileiras não lideram a lista de mais vendidas.

Mesmo não sendo vendidas no Brasil, as marcas chinesas lideram disparadamente o mercado das cevadas e o motivo para isso é bem simples: a China é o país mais populoso do mundo, sendo assim, tudo o que for consumido em grande quantidade por lá pode acabar liderando o mercado.

As cervejas são grandes exemplos desse alto consumo interno. Prova disso é que as três maiores marcas do mundo são chinesas e é um grande desafio encontrá-las em qualquer lugar ao redor do mundo que não seja lá.

Qual o maior grupo de cerveja do mundo?

A InBev é o maior grupo de cervejaria do mundo com faturamento estimado em quase 40 bilhões de dólares por ano. A companhia é dona de mais de 200 marcas.

O grupo possui, inclusive, a Ambev, maior fabricante de cerveja do Brasil e também é responsável por outros grandes nomes, como Stella Artois e Budweiser.

No entanto, o grupo não é responsável pela produção da cerveja mais consumida no mundo. Ou seja, as cervejas chinesas ocupam a lista de maior consumo, mesmo não sendo produzidas pela maior cervejaria do globo.

A China Resources Breweries é a maior cervejaria do mercado chinês e ocupa a quinta posição na lista de maiores cervejarias mundiais, com apenas 70 fábricas e 30 rótulos de cerveja.

Maiores marcas do mundo

As opções desta lista são consideradas as maiores marcas do mundo porque o número de vendas é consideravelmente alto, impactando o mercado de ações. Os valores chegam à casa dos milhões e algumas ainda ultrapassam essa estimativa, movimentando bilhões de dólares.

Em outras palavras, o ranking traz os nomes das cervejas que mais foram vendidas no mundo, independentemente de serem exportadas ou importadas.

1.  Tsingtao

Cerveja tsingtao

A empresa mais antiga de cerveja da China é responsável por 15% do mercado e, comparada a outros produtos nacionais, é a companhia do ramo que mais exporta para o restante do mundo.

2.  Yanjing

Cerveja yanjing

Outra cerveja chinesa entra para a lista. Esta, por sua vez, ocupa a maior porcentagem de venda na capital, Pequim. Por lá, a Yanjing é responsável por 85% das vendas, atingindo 11% do mercado geral do país.

3.  Snow Beer

Snow beer

A terceira colocada, também é chinesa e ocupa 5,4% do mercado. Desde 2005, as vendas das bebidas da marca aumentaram 573%.

4.  Heineken

Cerveja heineken

Mesmo possuindo uma queda de 8% no mercado financeiro, a Heineken continua liderando o mercado de vendas internacionais e é responsável pelo patrocínio de um dos maiores campeonatos de futebol do mundo: a Champions League.

Veja também:
Qual a temperatura ideal para cada tipo de cerveja
9 ótimas opções de petiscos para receber amigos
O que pedir para comer com os amigos à noite

5.  Budweiser

Cerveja budweiser

Pode-se dizer que a marca possui o rótulo mais conhecido internacionalmente, pois sua exportação é generalizada, fazendo com que seja fácil encontrar a bebida em qualquer lugar do mundo. Após seis meses do lançamento da marca no Brasil, a bebida conquistou 11,5% do mercado premium brasileiro.

6.  Bud Light

Cerveja bud light

Uma extensão da Budweiser, a Bud Light entrou para a lista de maiores marcas de cervejas, surpreendendo seus criadores. Nos Estados Unidos, seu país de origem, a Bud Light tem percentual de venda maior que a Budweiser, ficando para trás no ranking mundial somente por causa da baixa exportação.

7.  Corona Extra

Cerveja corona extra

Lider no mercado do México, a Corona Extra é o produto mexicano mais conhecido mundialmente. Além disso, é a marca de cerveja mais exportada para os Estados Unidos. Seu volume de venda chega à casa dos 31,6 milhões de barris vendidos ao ano.

8.  Skol

Cerveja skol

De propriedade dinamarquesa e com licença para fabricação no Brasil, a Skol está entre as dez maiores marcas do mundo de cerveja. Por ser produzida no país, ocupa o lugar no ranking da quinta maior marca brasileira, avaliada em quase R$ 9 milhões. Além disso, possui uma fatia de 30% do mercado brasileiro de bebidas.

9.  Coors Light

Cerveja coors light

A marca cresceu devido ao conceito “fit” e surpreendeu ao atingir a marca como a segunda cerveja mais consumida entre os norte-americanos. O teor alcoólico é baixo e contém apenas 5 gramas de carboidrato na sua composição. Por esses motivos, a bebida vende quase 26 milhões de barris por ano.

10.  Erdinger Weiss

Erdinger Weiss

A marca é encontrada em mais de 70 países, fazendo com que cerca de 10% da produção de cerveja seja exportada. Mesmo atingindo o mercado mundial, a empresa não abre mão da produção local na cidade alemã de Erdinger, incluindo a informação no rótulo da própria bebida. Na cidade de origem, onde ainda é produzida, a marca ocupa 30% das vendas.

11.  Guinness

Cerveja guiness

Consagrada por ser uma marca irlandesa com quase 300 anos de história, a Guinness faz história por respeitar e seguir a mesma receita de produção desde seu início. Suas vendas chegam a quase três bilhões de litros de cerveja por ano.

12.  Stella Artois

Cerveja stellar artois

O faturamento da Stella Artois está estimado em mais ou menos US$ 1,5 bilhão anuais. A marca é responsável por várias outras bebidas além da cerveja tradicional, como chopp e cidras. A distribuição alcança 95 países e o Brasil está na lista como um dos maiores consumidores da cerveja.

13.  Brahma

Cerveja brahma

Avaliada em 5 bilhões de reais, a Brahma ocupa o décimo terceiro lugar na lista de maiores marcas mundiais, mesmo não possuindo uma linha de exportação alta. Entretanto, o consumo nacional é suficiente para alavancar a marca. No Brasil, a bebida ocupa o terceiro lugar em consumo.

14.  Samuel Adams

Samuel Adams

A primeira cerveja americana a ser aprovada pela Alemanha foi a Samuel Adams. Todo o processo de aprovação foi necessário para que a exportação para o país germânico fosse aceita. Desde então, a marca está em expansão, sendo responsável por 20% das vendas de cerveja dos Estados Unidos.

15.  Duvel

Cerveja duvel

A exportação é o ponto-chave desta empresa belga constituída por familiares e, com isso, ela passa a ser a segunda cerveja belga mais consumida no mundo, alcançando a marca de 50 países. A produção anual da cerveja chega a 265 mil hectolitros e os dados financeiros da cervejaria não são divulgados.

E-Book grátis

15 ideias de embalagens para inovar no delivery

O que você achou do post?

0 Respostas

Deixe seu comentário