Grávidas podem comer sushi? Cuidados na gestação!

Você sabia? Grávidas podem comer sushi sim! Com alguns cuidados, não é preciso deixar a futura mamãe no desejo de comer o mais famoso prato da culinária japonesa. Entenda tudo neste guia sobre o assunto.

Grávida pode comer sushi

Sim! Grávidas podem comer sushi, mas não de todos os tipos. O ideal é que gestantes consumam os sushis selados, ou seja, levemente grelhados em vez das peças cruas. Isso porque o peixe cru apresenta risco de contaminação e pode causar algumas doenças que afetam o bebê.

Entre elas, estão a listeriose e a salmonela, que podem causar infecções e inflamações graves no feto e até mesmo resultar em aborto. Mas não se assuste: os casos são raros e acontecem uma vez a cada duas milhões de gestações, de acordo com especialistas na área da medicina materno-fetal.

Entretanto, isso não quer dizer que você não deva tomar os devidos cuidados na hora de consumir sushi. E é sobre isso que você vai ler agora.

Preparamos um guia completo com tudo o que você precisa saber para consumir sushi de forma segura durante uma gestação. Confira.

Por que grávida não pode comer sushi?

Muita gente pensa que grávidas não podem comer sushi. Essa é uma recomendação médica bem comum, aliás, e se deve ao fato de que o alimento cru pode estar contaminado com os parasitas que causam doenças como toxoplasmose, listeriose e salmonelose, que podem causar danos ao feto.

Saiba o que cada uma dessas infecções pode causar e como evitar.

Toxoplasmose

A doença é adquirida através da ingestão de alimentos infectados, como carnes cruas de animais infectados, pelo contato com fezes de gatos ou até mesmo através da água ou solo contaminados.

Ela é uma doença benigna ao indivíduo adulto, que geralmente não manifesta a condição, mas, se adquirida durante uma gestação, pode causar problemas graves ao feto.

No entanto, ao contrário do que muita gente pensa, o peixe cru não faz parte do ciclo parasita que desenvolve a toxoplasmose.

Mesmo se a gestante não for imune à doença - verificável através do exame de sorologia da toxoplasmose - é possível, sim, consumir as peças de peixe cru no sushi se alguns cuidados forem tomados, por exemplo:

  • Escolha um restaurante confiável e com boa credibilidade e padrões de higiene no manuseio e conservação dos ingredientes.
  • Pergunte de onde vem o peixe.
  • Opte por não consumir peixes com toxinas como o mercúrio (cação, tubarão e peixe-espada) ou peixes com muita vitamina A (atum, salmão e marlim) que, se consumida em excesso na gestação, pode provocar malformações no feto.
  • Limite o consumo de peixe durante a semana.

Listeriose

É uma bactéria que pode estar presente no peixe cru e que causa muitas complicações na gestação, podendo levar até mesmo ao aborto espontâneo, parto prematuro ou morte do feto, além de infecção grave no recém-nascido.

As formas de evitar essa tão temida bactéria são muito parecidas com as maneiras de evitar a toxoplasmose e a salmonela: lavar bem os alimentos antes de consumi-los, fazer o armazenamento correto deles, dar preferência ao consumo de pratos cozidos e higienizar as mãos antes das refeições.

Salmonelose

Mais conhecida como salmonela, a bactéria causadora dessa doença está presente em alguns alimentos in natura que não são bem higienizados antes da produção. Além de desidratação, pode causar inflamação nas articulações ou até mesmo a morte do bebê.

Para evitar a infecção, lave bem as mãos e os alimentos que for consumir, prefira ovos e carnes bem cozidos ou assados e atente-se às condições de higiene dos locais caso você pretenda comer fora.

Com quantos meses grávida pode comer sushi?

O sushi pode ser consumido desde o início da gestação, desde que a gestante tenha a garantia de que alguns cuidados estejam sendo tomados para evitar a contaminação pelas doenças citadas acima.

Quem está amamentando pode comer sushi também, já que os riscos são muito menores para as lactantes do que para as gestantes.

Cuidados que devem ser tomados na hora de comer sushi

Opte por peixes congelados

Isso mesmo! O peixe utilizado para sushi geralmente é fresco, mas congelar o alimento antes do consumo é uma opção para eliminar os parasitas que podem estar presentes no peixe.

Limite o consumo de peixe para duas vezes na semana

Diminuir o consumo do peixe durante a gestação e comer moderadamente também reduz as chances de ingerir alimentos com altos níveis de mercúrio ou vitamina A, que podem ser prejudiciais ao feto se consumidos em excesso.

Prefira consumir também pratos quentes com vegetais, como o yakissoba. A culinária oriental tem muito a oferecer!

Cuidado com o molho de soja

O molho de soja, ou molho shoyu, possui um nível muito alto de sódio e pode gerar complicações na gestação, como o aumento da pressão arterial. Uma boa opção é temperar seu sushi com azeite de oliva e limão.

E nós sabemos que sushi é tudo de bom, não é? Por isso, listamos também os benefícios de comer sushi durante a gravidez. Olha só!

Benefícios de consumir sushi durante a gestação

Agora que você já sabe que grávidas podem comer sushi, as próximas notícias são ainda melhores: as algas utilizadas para o preparo das peças, bem como dos temakis, são ricas em proteínas, fibras, vitaminas A e C, além do complexo B.

Já falamos também sobre alguns peixes com altos níveis de mercúrio, como o atum, peixe-espada, cação e tubarão e como eles devem ser evitados, mas também podemos exaltar os peixes que são riquíssimos em ômega 3 e estão super presentes nos sushis, como é o caso do salmão.

Todos esses nutrientes são fundamentais para o bom desenvolvimento do feto e devem ser consumidos durante a gestação.

Você também pode optar por tipos de sushis vegetarianos, feitos com pepino, abobrinha e manga no lugar dos peixes. Essa é uma opção para diminuir a frequência de consumo durante a gestação, já que níveis de vitamina A elevados podem ser prejudiciais também.

E-Book grátis

15 ideias de embalagens para inovar no delivery

O que você achou do post?

0 Respostas

Deixe seu comentário