Culinária chinesa: 5 pratos típicos e exóticos

O paladar oriental traz em sua essência os sabores fortes, mix de texturas e cores e um sabor exótico, que o torna único no mundo e também muito popular.

Culinária chinesa

A culinária chinesa possui fortes cores e sabores que caem no gosto de pessoas do mundo inteiro. Além disso, o país conserva uma preferência gastronômica muito peculiar e exótica. Ainda assim é importante lembrar que suas tradições e pratos principais variam muito em cada região do país.

No norte, o ingrediente principal é o trigo, utilizado em massas e bolinhos. Na parte mais central, temos os pratos picantes; no leste, as comidas são mais leves. O sul, região mais chuvosa e que mais produz arroz, tem ele como o principal para consumo.

Foi pensando em valorizar a cultura chinesa que trouxemos alguns dos seus principais pratos, os mais típicos e populares ao redor do mundo e alguns muito famosos no país, mas um tanto exóticos.

Conheça um pouco mais dos pratos da China.

5 pratos tradicionais e exóticos da culinária chinesa

1.  Zongzi

Prato chines zongzi

Esse é um arroz glutinoso (o que ajuda no uso dos hashis para se alimentar), recebendo em sua receita gengibre, vinho amarelo de arroz, molho de soja, óleo de pimenta e recheado geralmente com carne ou feijão doce, enrolado em uma folha de bambu e amarrado com barbante.

2.  Yakisoba

Prato chines yakisoba

Muito famoso no Japão, o Yakisoba é uma receita chinesa e sua tradução literal é “macarrão frito em molho”.

Para fazer esse prato, utiliza-se um trigo específico para a massa, o sarraceno, e nele vai uma mistura de legumes como cenoura, vagem, acelga, couve-flor, repolho e brócolis.

Para finalizar, um molho que mistura pimenta-do-reino, azeite, óleo de gergelim e shoyu, um dos molhos mais utilizados na culinária chinesa.

3.  Mapo tofu ou Mapo doufu

Prato chines mapo tofu

Considerado um dos 10 melhores pratos chineses, o mapo tofu ou mapo doufu, é um tofu picante com molho vermelho, pasta de amêndoa fermentada com pimenta, feijão preto também fermentado e carne bovina ou de porco moída.

Esse prato possui diversas versões, porém seus ingredientes principais são grãos de pimenta Sichuan, alho, cebolas verdes e vinho de arroz, que geralmente não variam.

4.  Peedan, o “ovo de mil anos”

Prato chines peedan

Em tempos de escassez, o Peedan foi criado a partir da necessidade de conservar os alimentos em uma mistura de cal, sal e outros aditivos que criam uma textura exótica.

Os ovos podem ser de pato, ganso, galinha ou de codorna, e permanecem curtidos na mistura por semanas e até mesmo meses, sendo o tempo determinado de acordo com o resultado desejado.

O sabor é extremamente forte, as cores da gema variam de verde claro até verde escuro com uma textura cremosa. Já a clara, fica com uma coloração marrom escuro translúcida e se transforma em uma massa. O sabor é salgado e intenso e seu odor lembra enxofre e amônia.

5.  Dumplings

Comida chinesa dumplings

Dumplings, conhecidos também como gyoza, são bolinhos de massa em um formato que lembram o nosso pastel e levam recheios que variam entre vegetais, carnes ou peixes acompanhados por um molho picante.

Feitos a partir de uma massa delicada de farinha ou batata, são comuns em datas comemorativas e uma receita tradicional do Ano Novo Chinês. O seu preparo necessita cuidado, possuindo uma dobra que o torna fino e sofisticado.

Veja também:
O que os americanos comem no café da manhã?
Como preparar um pão australiano igual ao do Outback?
Como fazer um típico churrasco americano?

Principais características da culinária chinesa

Os antigos imperadores chineses costumavam realizar grandes banquetes em seus palácios, com oferenda aos deuses e espíritos em troca de sucesso e prosperidade. Para isso, contratavam pessoas especialistas em culinária, quando surgiram os chefes criadores dos maiores pratos famosos e consumidos até hoje.

A culinária chinesa tem como base o Yin e Yang, ou seja, utiliza dois pólos opostos para formar suas principais características, mesclando doce e salgado, agridoce e picante, crocante e macio, etc. Também é muito famosa pela riqueza em detalhes, sabores, aromas, cores e texturas.

Um detalhe importante é que, na China, alguns ingredientes são utilizados de forma específica para melhorar o cheiro da comida e não somente o seu gosto. Também os cortes são específicos para que seja possível consumir o alimento com os hashis.

A culinária chinesa exótica é muito marcada pelo seu passado repleto de guerras e revoluções violentas, que levaram o povo à miséria, fazendo hoje que consumam carnes de cachorro, gafanhoto, cobra, rãs, entre outros animais mais distantes da nossa realidade cultural.

Outros pratos são mundialmente famosos e mais tradicionais, como o yakissoba, rolinho primavera e o frango xadrez. Como base de suas receitas, o povo chinês consome muito tofu, soja, flor de Lótus, cogumelos, frutos do mar, peixes, arroz e trigo, sendo estes dois últimos os principais da comida chinesa.

Se você pretende embarcar em uma aventura na China, não pode deixar de conhecer a sua rica culinária e arriscar-se um pouquinho no que de diferente ela tem a oferecer — até porque cada lugar possui uma cultura única e aproveitar cada pedacinho da experiência é sempre válido!

O que você achou do post?

0 Respostas

Deixe seu comentário