Veja aqui as melhores carnes para fazer na panela de pressão

Prepara a captura de tela! Neste artigo, você encontra uma lista das 7 melhores carnes para fazer na panela de pressão e dicas de cozimento.

pegando carne com colher da panela de pressão

Tome nota: o acém, o patinho e o músculo são algumas das melhores carnes para fazer na pressão. Eles podem ser preparados com cerveja, vinho ou caldo de legumes, por exemplo, e a recomendação de especialistas é nunca deixar a panela em fogo muito alto.

Além deles, o coxão duro pode ser a pedida certa quando o assunto é custo-benefício! Ou que tal uma fraldinha recheada?

Este artigo traz dicas e sugestões que vão deixar você com água na boca! Continue lendo.

Qual a melhor carne para fazer na panela de pressão?

Não existe uma e nem duas carnes excelentes para esse tipo de preparo, existem várias! Destaque para os seguintes cortes do boi: músculo, acém, paleta, patinho, fraldinha e coxão duro.

E não vá esquecer a costela, hein!

Imagem da separação dos cortes de carne em um desenho de boi

Abaixo, dá uma olhada nos motivos pelos quais essas opções ficam deliciosas quando feitas na pressão.

7 carnes boas para fazer na panela de pressão

Se quiser acertar em cheio num prato, cozinhe músculo para rechear um sanduíche, acrescente acém a uma bela sopa num dia de frio, desfie uma peça de paleta e misture a tomates pelados para fazer um molho de macarrão ou sirva fraldinha recheada.

Você também pode apostar no patinho, no coxão duro ou na costela preparados na pressão.

1. Músculo

O músculo (dianteiro ou traseiro, tanto faz!) não só está entre as melhores carnes para fazer na panela de pressão como é uma carne altamente indicada para picadinho!

Ele tem muito colágeno – proteína ligada à formação e preservação da pele e dos ossos –, o que o torna extremamente saboroso e nutritivo, e só precisa ficar cozinhando por tempo suficiente para adquirir maciez também.

Uma dica é prepará-lo com caldo de carne ou de legumes, vinho ou até cerveja cobrindo todos os pedaços por completo. Aliás, essa dica vale para todos os outros preparos nesse mesmo formato!

2. Acém

Exemplo de carne barata para fazer na pressão, o acém tem muito sabor e vai bem com um montão de acompanhamentos, não à toa, é protagonista de várias receitas de ensopados por aí. Você só vai precisar cozinhá-lo bem, em fogo baixo, porque ele é considerado um corte fibroso.

3. Paleta

Quer uma carne que absorve sabores? Não pense duas vezes antes de preparar uma peça de paleta! O corte é um pouco mais gorduroso, então, você provavelmente vai precisar equilibrá-lo com outros ingredientes mais leves na sua receita.

Outra sugestão é usar a paleta como um tipo de carne para fazer desfiada na panela de pressão e, depois de desfiá-la, misturá-la com temperos e creme de leite ou com tomates pelados, por exemplo, para transformá-la num molho incrível!

4. Patinho

E quem disse que não dá para preparar carne magra na panela de pressão? O patinho prova justamente o contrário! Além de tudo, por já ser macio naturalmente, ele fica pronto muito rápido quando feito nesse formato.

Ao escolher o corte, você tem garantia de sabor, saúde e versatilidade, aumentando ainda mais as suas chances de agradar até os paladares mais exigentes.

5. Fraldinha

Também menos gordurosa do que outros cortes comumente feitos na pressão, a fraldinha fica uma delícia quando preparada desfiada, talvez para ser usada num sanduíche de “carne-louca”, ou ao melhor estilo “rosbife”, mas recheada com linguiça, cenoura, ervilhas etc..

Se você quiser garantir um molho mais espesso como resultado do preparo, experimente comprar uma peça com uma capa maior de gordura, senão, provavelmente o resultado vai ficar um pouco “ralo” demais.

6. Coxão duro

Indicado para receitas muito consumidas no inverno, de sopas, guisados e similares, o coxão duro é mais um corte com bastante fibra, mas que pode ficar perfeito na pressão. Ele também precisa ser cozido com água ou caldo cobrindo os pedaços por completo, em fogo médio, por pelo menos 20 a 30 minutos.

E não se esqueça de temperar! Alho e cebola são imprescindíveis, mas pimenta-do-reino e folhas de louro também caem bem.

Se preferir, você pode substituí-lo pelo lagarto na grande maioria das receitas.

7. Costela

Mais uma candidata a ser desfiada logo depois de cozida na panela de pressão, a costela tem fama de gordurosa, mas também ganha corações mundo afora por causa do sabor e da suculência. O ideal é prepará-la ainda no osso, separando-o da carne somente antes de servir.

Aceita uma receita?

Receita de costela de boi na panela de pressão: preparo rápido

O passo a passo que você vê a seguir é muito parecido para qualquer corte! O que muda é a maneira como a carne deve ser preparada antes de ir para a panela.

Tempo de preparo: 50 minutos

Rendimento: 4 porções

Ingredientes

  • 1 kg de costela de boi no osso
  • 1 cebola picada
  • 3 dentes de alho picados ou amassados
  • 4 batatas descascadas e cortadas em pedaços grossos
  • 1 colher (chá) de pimenta-do-reino
  • 3 folhas de louro ou ½ colher (chá) de louro em pó
  • ½ colher (chá) de cominho
  • Outros temperos a gosto

Modo de preparo

  1. Na noite anterior ao preparo da receita, tempere a costela como desejar e a deixe descansando na geladeira.
  2. Já no dia seguinte, leve a costela à frigideira ou à própria panela de pressão para selar todos os lados da carne, dourando-a “ por fora”.
  3. Em seguida, coloque a carne na panela de pressão junto com os pedaços de batatas, tempere com o louro, a pimenta-do-reino e o cominho e cubra com água.
  4. Espere a panela começar a chiar para você ter certeza de que ela “pegou pressão” para, então, começar a cronometrar 30-40 minutos.
  5. Para servir, certifique-se de que a carne está macia, “desgrudando” do osso, e de que não tem mais água na panela.
  6. Então, sirva!

Atenção: para fazer qualquer prato cuja receita dependa do uso da panela de pressão, certifique-se de colocar a sua segurança sempre em primeiro lugar.

Como garantir segurança ao usar panela de pressão?

Para uma receita de sucesso do início ao fim, siga o manual de instruções do utensílio e garanta que a trava de segurança esteja funcionando perfeitamente. De tempos em tempos, verifique o estado da borracha de vedação da panela, trocando-a por outra igualmente certificada quando necessário.

Ao término do cozimento da carne, não force a abertura da tampa se a pressão ainda estiver sendo dissipada. Aguarde até ouvir a trava sendo liberada.

Quer ir além de preparos bovinos? Você pode testar receitas com lombo ou pernil suínos, coxa ou sobrecoxa de frango ou pernil ou paleta de cordeiro! Compartilhe seus pratos nas redes sociais, marcando @Deliway_br pra gente ver como ficou.

E-Book grátis

15 ideias de embalagens para inovar no delivery

O que você achou do post?

1 Resposta

Deixe seu comentário